Login | Cadastro | Meus pedidos

Fale Conosco

0

Blog

4 Principais Razões Para Suplementar Com Glutamina

A glutamina é um dos aminoácidos mais abundantes no nosso organismo

quarta, 17 de abril de 2019 às 13:28:42

Proteína para massa muscular, cafeína para diminuir o cansaço, colágeno para pele e articulações. Alguns suplementos têm suas principais funções conhecidas pela maioria das pessoas. Mas e outros menos conhecidos, são menos valiosos? Ao menos no caso da glutamina, não!

Ela é um dos aminoácidos livres mais abundantes no organismo, sendo utilizada como fonte de energia por diversos tecidos. Sua carência pode ser provocada por diversos fatores, fragilizando o funcionamento de importantes sistemas do organismo. Confira quatro razões para suplementar com glutamina:

 

1. BARREIRA CONTRA DOENÇAS

A L-glutamina é a maior fonte de energia das células da mucosa intestinal, que é considerada como uma “parede virtual”, sendo responsável por até 70% da proteção imunológica do corpo humano. A glutamina alimenta as células dos intestinos delgado e grosso, os enterócitos. Quando saudáveis, estas células reduzem a permeabilidade intestinal e dificultam a absorção de patógenos (organismos causadores de doenças, como vírus e bactérias).

 

2. FORTALECIMENTO DO SISTEMA IMUNE

A glutamina atua na preservação da função imune, servindo de fonte energética para células de defesa do organismo (os linfócitos) e para precursores de citocinas, que estão envolvidas no processo de resposta imune.

 

Grupos específicos, tais como pessoas hospitalizadas, também se beneficiam do uso da L-glutamina. Estudos que avaliaram a ingestão de L-glutamina observaram a diminuição do risco de infecções, menor tempo de permanência hospitalar e, consequentemente, menor risco de mortalidade.

 

3. REFORÇO NA AÇÃO ANTIOXIDANTE

Ao ser captada pelo fígado, a glutamina favorece a síntese de glutationa – o principal e mais potente antioxidante do organismo. Este incremento é especialmente bem-vindo para lidar com os radicais livres que são produzidos em situações de estresse, infecções, lesões e envelhecimento, dieta pobre em vitaminas, minerais e nutrientes.

 

A glutamina, por diminuir o estresse oxidativo e interferir nas citocinas inflamatórias, pode minimizar as lesões nas células do fígado e representar uma potencial terapia para a toxicidade hepática, que é um dano causado no fígado por substâncias químicas.

 

4. AUXÍLIOS A ATLETAS

A glutamina auxilia no aumento das reservas de glicogênio muscular, ajudando a evitar que o organismo queime massa muscular para gerar energia. Reduz a taxa de oxidação do aminoácido L-leucina, potencializando a síntese muscular.

 

Além da recuperação muscular, a glutamina tem outros efeitos potenciais que interessam aos praticantes de atividades físicas. Sua suplementação evita a produção excessiva de amônia, comum na prática de exercícios físicos e que está associada à fadiga. Também atenua a resposta inflamatória gerada por exercícios prolongados e apresenta atividade cardioprotetora. Além disso, evita a queda e reduz os danos às células do sistema imune associadas ao exercício de endurance.

 

CONCLUINDO

Agora já podemos acrescentá-la a lista de suplementos importantíssimos para a manutenção da saúde das pessoas em geral. Para atletas, ela também representa um suporte ao ganho de desempenho. E é exatamente este o assunto do próximo post, confira: Glutamina é parceira dos atletas de endurance.

 

Fonte: Essential Nutrition